[ editar artigo]

Bem vindo ao ambiente 3c, h2h do mundo Pós-Covid!

Bem vindo ao ambiente 3c, h2h do mundo Pós-Covid!
"Nunca uma certeza foi tão certa quanto o vento que bate em nossa face, soprando o tempo para uma nova direção"

Entre todas as versões das várias abordagens desta Pandemia, somadas com a avalanche de informações, números, dados, gráficos e uma série de cenários que estamos recebendo por vários canais de comunicação, a única certeza que temos é uma só: O Mundo Mudou! Nós Mudamos! E é claro, a sociedade, as empresas e o sistema irão mudar! Fato.

Quero levar você neste breve texto a uma jornada para provocar reflexão, pensamentos e perspectivas que foram surgindo em minha mente, ao longo destes 25 dias de isolamento e que, de repente, poderá - ou não - estar passando igualmente pela sua. Tento organizar de uma forma lógica para seu entendimento o que estou vendo neste Mundo Pós-Covid (por favor comentem, isso estimula o ambiente 3c).

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Uma série de perguntas vem à mente, tanto pelo lado pessoal-cidadão-humano, como de profissional-gestor-empreendedor, questionando tudo o que era considerado normal até 40 dias atrás, que foi desenhado (e preparado) para um mundo linear, planificado e metódico que pela "Transformação Digital" estava buscando um novo caminho de mudança, que foi rapidamente (mas muito rápido mesmo) transformado em um novo mundo, muito mais orgânico, com certeza exponencial e cadenciado por uma ginga (ou pegada) mais humana em todas as esferas de relações (assim espero).

Estamos dando um reboot no sistema.

Inclusive, indico um texto com boa reflexão feita pelo Cezar Taurion que é Partner e Head of Digital Transformation da Kick Corporate Ventures e presidente do i2a2 (Instituto de Inteligência Artificial Aplicada) escrito para a coluna Experts - Mentes Programadas do site Neofeeds (aqui o link)

Enfim, voltando. Esse novo mundo Caórdico (termo cunhado por Dee Hock em seu livro de 2000, indico a leitura) onde você vê grandes companhias fazendo planejamento dos seus negócios a cada 03 dias, muda toda uma lógica do sistema, garantindo que nada será como antes. Citando David Rose, autor do livro “Angel Investing: the Gust Guide to Making Money and Having Fun Investing in Startups” - "qualquer companhia desenhada para ter sucesso no século 20 está destinada a fracassar no século 21”. Podemos dizer (quase que afirmar) que hoje qualquer empresa desenhada para o mundo de antes da pandemia correrá sérios riscos de sobrevivência no mundo pós-Covid (ctrl C do artigo do Cezar Taurion 😁).

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Isto se complementa no excelente texto escrito pelo Clayton Melo, um dos fundadores do site A Vida no Centro, que expõe as 10 tendências para o mundo pós-pandemia, e lá num dos tópicos, constrói um racional que a Pandemia marca o fim do século 20 (leia aqui). Entre as várias reflexões, análises e tendências, reforça a minha percepção que iremos passar por uma mudança de crença e valores (o status quo mudará), que "menos é mais" e que teremos uma mudança impactante quanto ao valor que as pessoas darão aos negócios pelo ponto de vista da entrega (valor concedido), sua contribuição e responsabilidade quanto aos assuntos sociais (seu ecossistema de comunidade), sua pegada ambiental (impacto da sua cadeia de produção) e sua contribuição econômica (o quanto parte do seu lucro retorna ou estimula seu ambiente). Ou seja, irá reforçar aquilo que já vinha acontecendo no mercado (principalmente das startups) da clara percepção do Propósito do Negócio X ou Y. Assim, iremos repensar a sociedade do consumo e refletir o que é essencial, afim de alinharmos as demandas e as ofertas com as empresas que tenham propósito claros e estejam alinhadas com suas comunidades, seus ecossistemas e que coloquem o Ser Humano no centro das suas operações.

Essa percepção (e não vou entrar aqui em teorias pseudo-acadêmicas, metodológicas ou autorais) declara uma vez por todas que o Mundo Pós-Covid estará centrado nas relações H2H, ou Human to Human. Estamos vendo essa realidade hoje, aqui e agora. Várias iniciativas pelo Brasil afora, vem criando movimentos que estimulem o consumo de bairro, de pequenos empreendedores ou de pessoas autônomas, porque perceberam que por trás daquele pequeno negócio, tem uma pessoa, uma família, um ser-humano. Essa "percepção" será a pauta que deverá orientar as relações de consumo e de decisões de compras ao longo do novo Sistema que surgirá após o Covid. Esse movimento já vinha acontecendo (em mercados mais alternativos) e ganhará cada vez mais força. Tenha certeza disso!! Coloco de forma simplista, sem entrar no mérito de discutir todas as nuances de impactos, técnicas ou processos que precisarão ser revistos nas grandes empresas, pois como dito, estas são algumas das minhas elucubrações (eita palavrinha estranha...hahahahahaha...mas procura que vai fazer sentido na frase..😊)

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

"Essa pegada de termos um fluxo de relação de negócios mais cadenciado para o lado mais humano, será a frequência para a conexão. Ou seja, estaremos mais "conectados" com negócios que foquem as relações H2H e tragam a clara percepção de confiança, transparência e propósito."

A outra reflexão (essa já faço há bem mais tempo) é que nos cenários de Pré-Covid (ou há 40 dias atrás) tínhamos um mundo que vinha passando por uma transformação de ambiente. Já abordava esse tema em minhas palestras sobre o HeroBy - IoT Saving Lives ou sobre assuntos ligados à tecnologia. O modelo dos negócios das Startups com seu MindSet e seu próprio Modus Operandi, estava catalisando um novo ambiente, o qual para explicar facilmente o entendimento, chamei de ambientes 3c´s (termo cunhado por mim e se gostar já sabe, compartilha...😘). Isso para todas as esferas: na área de negócios, área de produtos, marketing, comercial, na relação com os colaboradores, mercados, fornecedores, clientes ou usuários, ou seja, todo o ecossistema que aquela Startup interagisse estava sendo contaminado (no bom sentido) por esse novo ambiente. Algo que as empresas tradicionais buscam loucamente por meio da Inovação e/ou da Transformação Digital. Essa "teoria" não surgiu do nada, veio de novo, das elucubrações (aprendeu a palavra né? 😋) que fui tendo ao longo dos anos com a chegada das várias teorias, metodologias, ferramentas, pensamentos e reflexões das várias siglas que envolvem a atmosfera de uma startup, tais como, metodologias ágeis, design thinking, prototipação, validação, MVP, organizações exponenciais, long tail, lean startup, círculo de ouro, pitch, mentoria, fit, poc, tracionar, acelerar, escalar e por aí vai.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Participei de muitos eventos, muitas atividades e várias conversas com muitas pessoas e aos poucos, foi clareando para mim, que a economia seria cada vez mais Compartilhada (por vários motivos) e que a chave para tracionar, acelerar e escalar seria por canais cada vez mais Colaborativos (por vários princípios) e que toda e qualquer validação, assim como, fatores competitivos do negócios, as pessoas, os usuários estariam no centro. Mas no centro mesmo. Opinando, reclamando, sugerindo, defendendo e até Co-Criando. Juntando tudo isso, ficou translúcido, que o futuro dos negócios estariam em criar ambientes 3c´s, mas não isolados ou desconectados, mas sinérgicos e pulverizados para toda a organização como um Todo.

Para Compartilhar, obrigatoriamente precisa de Colaboração e toda vez que Colabora, gera um estímulo natural para Co-Criar (3c´s). Não Co-Cria-se sem Colaborar e sem Compartilhar, assim como não se Colabora se não houver Compartilhamento, e toda vez que se Compartilha, novamente gera espaço (natural e orgânico) para Co-Criar. Ambientes 3c´s

O que nos traz, para este Novo Mundo Pós-Covid; ambientes 3´c e h2h. O desafio (e a oportunidade) de darmos um Reboot no Sistema e iniciarmos (e ajustarmos) nossos negócios, nossas vidas e nossas relações para ambientes cada vez mais 3c´s (+Colaborativo, +Compartilhado e +Co-Criado) focado nas relações h2h (de humanos para humanos), poderá ser o fator de sucesso ou caso não façamos, de fracasso. Estamos hoje, vivendo isso neste instante. Todos estamos vendo as provas reais disto. Cabe a nós darmos sequência a essa nova configuração, formatando corretamente o sistema para que possamos levar adiante esse novo desenvolvimento para toda uma geração que terá como patamar um outro Status Quo de mundo. Você, eu e todos que chegaram até aqui neste texto, temos a oportunidade de criar esse mundo 3c focado no h2h para acertamos uma vez por todas a conexão que precisamos para evoluir como espécie, como sociedade, como humanos. O resto virá. Tenha certeza.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Se gostou, curta, compartilhe e claro comente. Estamos em um Mundo 3c´s. Até!

Ilustração: bit.ly/3eezn5I 🤖 Frase de abertura: bit.ly/2XBlzwq 🤖 about me: https://bit.ly/2Xv

jHVU

Vale do Pinhão
Marcelo Figueiral
Marcelo Figueiral Seguir

Curioso, instigado, motivado, acelarado e um pouco de aventureiro. Creio que Nunca é Tarde para ir mais Além, Nunca é Tarde para Tentar o Desconhecido! https://about.me/marcelofigueiral

Ler matéria completa
Indicados para você