[ editar artigo]

TENHA UM INCONFORMADO NA SUA EQUIPE! Ele pode mudar o seu negócio!

TENHA UM INCONFORMADO NA SUA EQUIPE! Ele pode mudar o seu negócio!

Ao longo dos anos de projetos de estruturação de áreas de negócios nas empresas que tive a oportunidade de passar – sejam pequenas, médias e grandes – sempre me deparei com o mais variado tipos de pessoas. As tímidas, as focadas, as insensíveis, as engenhosas, as histriônicas, as empreendedoras, as pessimistas, as otimistas e uma gama – quase uma fauna – de personas humanas. Do presidente à “tia da limpeza”.

Essa oportunidade me trouxe uma gama de conhecimentos e de alegrias (e muitas vezes sofrimento) de fazer com que os projetos ou as estratégias que precisavam ser aplicadas, dependessem quase que exclusivamente da atratividade das pessoas e seu entendimento quanto à metodologia e táticas para a execução.

Ao longo da jornada - e tenha certeza sempre haverá um no caminho - me deparei com pessoas um pouco mais “ crica”. Isso mesmo, crica colocados entre aspas, porque não são aquele tipo de pessoa chata que beira ao insuportável no convívio social, mas sim “ crica” no ambiente de trabalho quanto a sua maneira de abordar a um problema, ou principalmente de apontar futuros problemas, ou principalmente de querer levar tudo para uma discussão, indo na maioria das vezes, contra a opinião da maioria. Ou seja, o do contra.

E sabe o que descobri. Descobri que esse “crica” é na verdade um inconformado. Um descontente. Aquele que “não comprou a ideia ou projeto” porque vê nele alguma inconsistência. E ao longo do caminho, aprendi a “apreciar” a opinião do contra. Na real, aprendi a apreciar o chato.

Essa persona na sua equipe pode ser a chave para o sucesso, apresentando uma perspectiva que muitas vezes, nem você como líder do projeto (que aplica todas as metodologias possíveis para minimizar erros ou riscos) tenha percebido. Se bem entendido a tal da implicância ou descontentamento, essa persona pode lhe apresentar argumentos e fundamentos que lhe ajudam a construir um plano que poderá agradar a Gregos e Troianos, minimizando com isso, divergências que poderia vir a descobrir após a execução, impactando assim, nos resultados do projeto.

Ou seja, um crica, ou um inconformado, pode lhe ajudar a reduzir seus custos de ajustes e até a melhorar sua rentabilidade, apresentando uma perspectiva “do contra” que mostra o outro lado da moeda, que muitas vezes deixamos de observar.

Por isso, o mundo muda não pelos os que têm somente boas ideias ou que somente identificam uma dor, mas por aqueles que de uma forma ou de outra, se sentem inconformados e colocam suas oposições na mesa, fundamentando as mesmas, com observações e perspectivas, que sim, podem fazer toda a diferença!

 Ter um inconformado na equipe não é falha de equalização de ambiente de trabalho ou baixo clima organizacional, e sim, um contra-peso que dá um bom equilíbrio na balança.

A grande sacada é poder identificar corretamente quem são essas personas, e entendendo suas perspectivas, levá-las em consideração, porque afinal, as imperfeições são geralmente observadas pelos os que muitas vezes, consideramos como os imperfeitos.

Vale do Pinhão
Marcelo Figueiral
Marcelo Figueiral Seguir

Curioso, instigado, motivado, acelarado e um pouco de aventureiro. Creio que Nunca é Tarde para ir mais Além, Nunca é Tarde para Tentar o Desconhecido! https://about.me/marcelofigueiral

Ler matéria completa
Indicados para você